Trashédia

YOU WILL BE HAPPIER WITH LOWER STANDARDS

Categoria PUERICOOLTURA

à Maria – uma carta sobre o pós-parto

Após o post do #OOTD EM MODO OVO KINDER, uma leitora e amiga comentou no Instagram para fazer um post sobre o pós-parto, acho que com uma amplitude maior do que simplesmente o que vestir. O seu segundo filho já nasceu. O meu não. Tomo a liberdade, Maria (podia ser um nome fictício na boa), de escrever sobre tudo o que não são roupas, de um sítio onde tu sabes, porque estás lá, que é muito íntimo, porque foi tudo isso que me “preocupou” no

Continuar a ler…

OH MÃÃÃÃÃÃÃE!

Bom Dia – Bom Ano. Espero que 2017 seja maravilhoso. Assim em bom rigor, 2016 foi um ano incrível, tal como todos os outros que estão para trás e que contam na minha cronologia, desde 1985. E pensar que teria sido incrível evitar acontecimentos na vida – cheguei a essa conclusão – é bastante estúpido, porque se já vimos o Back to The Future e já lemos todas as ficções sobre viagens no tempo e afins, nada do que somos hoje o seria se tivéssemos tido

Continuar a ler…

Dia da Mãe Trabalhadora – en retard

Se celebrar o Dia da Mãe é um cliché piroso, também é um cliché piroso dizer que se celebra o Dia da Mãe todos os dias, porque todos os dias são dias da Mãe. Exacto. Este ano, muito curiosamente, o Dia da Mãe coincidiu (sobrepôs-se?) ao Dia do Trabalhador, e eu acho que deveria ter sido celebrado em conjunto, porque se há trabalhadores a sério no mundo, são as Mães. Até ser Mãe, isto era só retórica, porque por muito que percepcionasse a genialidade da

Continuar a ler…

CARTAS DE 2015

Olá Filha, É a Mãe. Escrevo-te de 2015. Como não me mantenho alheia aos panfletos feministas, sei que a Mulher ocidental se sente muito oprimida e no fundo da cadeia alimentar, sempre atrás ou por baixo do Homem, nunca ao seu lado. Sei disto porque o feminismo continua a lutar pela igualdade de género e pela libertação da Mulher. É 2015. Não serei o melhor exemplo de feminista porque nunca me senti oprimida nem reprimida, porque nunca senti o peso do género em nenhuma das

Continuar a ler…

SHAMING

Estava eu ainda bastante grávida, fui com o meu Marido almoçar uma salada de batata com tiras de frango panadas ao Kaffehaus. Sentámo-nos, pedimos e pouco tempo depois entrou uma Senhora com um carrinho de Bebé e um Bebé muito Bebé. O tempo ainda estava quente e só me lembro da fome que tinha, do Bebé muito Bebé e da Senhora. A dada altura o Bebé também ficou cheio de fome e a Senhora, sentada num dos bancos corridos do Kaffehaus, tirou o Bebé do

Continuar a ler…

Eu Sou De Elástico!

Entram pela primeira vez na nossa vida quando somos crianças, muito provavelmente aquando da utilização do geoplano na escola primária. Mas como a utilização do geoplano é tão rápida que nem se chega a dar por ela, voltamos a esquecer-nos deles até que nos voltam a fazer falta para outra coisa qualquer, como, no 5º e no 6º ano, nas aulas de EVT, para enrolar cartolinas sem lhes danificar os versos (coisa que não acontece se lhe pusermos fita-cola, por exemplo, ou se tentarmos por

Continuar a ler…

Le Varsity Jacket

Desde que estou grávida e tenho uma barriga mesmo enorme a fazer-me companhia que sei perfeitamente que: a) é temporário; ☑ b) é lindo e maravilhoso; ☑ c) a minha vida vai mudar para muitíssimo melhor; ☑ Como puderam ver, assinalei todas as hipóteses. E não é por não saber escolher, é porque é mesmo genial. Andava atrás de um Varsity ou Letter Jacket que fosse eficaz, bom, giro, bonito, fiel à autenticidade do que é o ícone original a ser reproduzido, etc etc etc. Tendo

Continuar a ler…

TRUST NOBODY ou A Gravidez é GENIAL!

Não sei quantas vezes é que vou ter de engolir as minhas próprias palavras, mas a verdade é que dizem sempre que não faz mal, porque reconhecer o erro demonstra grandeza e quê. Pronto, vou deixar-me levar por aí e acreditar nessa “grandeza” de espírito que afinal possuo, mas que não sabia. Que fique claro que acho que o tema da maternidade e da gravidez é demasiado pessoal para poder ser abordado de forma leviana, porque cada Mulher vive a sua gravidez de forma diferente,

Continuar a ler…