HOOLA-LA LE CONTOUR!

Assim a primeira vez que me debrucei mais sobre maquilhagem em geral e sobre o acto consciente de realçar pontos estratégicos no rosto, foi quando uma supervixen da Benefit me abordou um dia, de forma espontânea, para me dizer que os meus olhos mereciam imensa atenção. Eu expliquei-lhe que não sou a maior fã de maquilhagem porque com os olhos pintados me sinto sempre uma espécie de drag toda montada para o sister act daqui a nada, e ela pediu-me muito para me mostrar um

Continuar a ler…