DUAS PORTAS DA MINHA JANELA

Quatro dias no Porto divididos entre um sol abrasador, uma manhã chuvosa e meio fria, duas noites geladas e uma que dava para andar de T-shirt. Quatro dias em que pude experimentar todos os moods do Duas Portas. Pelo menos lumínicos. Quatro dias no Porto cheios de coisas para fazer, com uma estada num sítio incrível e muito poucas horas para me esparramar na cama de enormíssimas proporções que se fazia plantar ao centro do quarto. E eu que bem preciso de me esparramar!… Fiquei

Continuar a ler…