Trashédia

YOU WILL BE HAPPIER WITH LOWER STANDARDS

Etiqueta Hermès

SUPREME X LOUIE V.

No ano dois mil, a Supreme, com seis anos de vida, fazia uma coisa incrível e super fixe, pré-era da viralidade na internet, mas muito possível para a viralidade na internet, que foi a apropriação do padrão monogramado da Vuitton. Alterado, verdade seja dita, de forma subtil, sem correr riscos judiciais ao nível do roubo da propriedade. Foi apenas um exercício de apropriação cultural, típico dos movimentos artísticos da guerrilha urbana da street art. Tudo simples, tendo em conta que a Supreme começa na cabeça

Continuar a ler…

O BIFE

O texto de balanço da Semana de Moda de Milão da Vogue USA, escrito por Sally Singer deu o mote para uma não-discussão que em 2016 já é só uma maçada enorme, mas que, pelos vistos, continua a fazer muito sentido. Esse texto, em que de uma forma vagamente blasé se trata do que terá sido a Semana da Moda de Milão, é oferecido ao leitor da perspectiva de uma das mais relevantes editoras de Moda do mundo, a qual colabora com a “instituição” Vogue.

Continuar a ler…

A boa Filha à casa torna | #trashediastoliyourlook

Encontrei-me com a Marta muitas vezes quando trabalhava à noite e sempre achei que as suas sardas combinavam muito bem com o batom encarnadíssimo, mate, que usa quando sai. A Marta é daquelas miúdas (vou dizer miúda porque somos da mesma idade e eu acho verdadeiramente que sou uma miúda) que durante o dia é uma coisa e à noite é outra. Pelo menos na aparência. De onde venho, esse é um motivo de enorme interesse, porque no meu Universo podemos sempre ser e parecer

Continuar a ler…

Ch-Ch-Ch-Ch-Changes

Primeiro foi a Burberry, depois TOM FORD e agora VÊTEMENTS. A notícia relata que as casas Burberry, TOM FORD e VÊTEMENTS, respectivamente, não irão apresentar colecções agora já nas próximas semanas nas Fashion Weeks que começam a pulular pelo mundo e que em Setembro irão apresentar em desfile uma colecção passível de ser adquirida imediatamente. Isto se calhar até me fica mal, mas já falei sobre isto que agora surge como uma notícia bombástica há quatro anos, aquando da primeira vez que dei uma conferência sobre

Continuar a ler…

Ma PICKS

A estreia da angolana Nadir Tati na Moda Lisboa deu cabo de mim. TUDO!!! Meu Deus!!! Estes dois coordenados eram capazes de me fazer feliz assim em modo pleno. Turbantes! Eu que adoro turbantes fiquei para lá de feliz ao vê-los tão bem integrados! Tudo tão bem medido, tão bem estruturado, tão lisonjeiro!!! Uma surpresa maravilhosa, uma entrada pela porta grande! CLAP CLAP CLAP!!! #nadirtatinaosaiasmaisdaqui <3 <3 <3 AwayToMars. Este conjunto de camisa-casaco com calças. OMG! A riqueza do estampado leva as formas aparentemente básicas

Continuar a ler…

A última vez…

… que chorei no Cinema foi numa mostra de curtas em Mafamude:

Morte em Cape Town

Disse a Li Edelkoort aqui há uns dias, que a Moda, como a conhecemos/íamos, está morta. A super insider das tendências apressou-se a vaticinar a trágica e agonizante morte da Moda e a atribuir as culpas a toda a gente, começando nos Bloggers, e entrando depois para um terreno mais pantanoso em que culpa a sociedade, o trabalho em equipa e a tribalização dos jovens, costumes e afins. Uma grande salganhada para encetar uma questão, que na verdade é um discurso individual, voltada para este

Continuar a ler…

hoje é dia de ir à missa

Às vezes digo aqui coisas sobre punk e sobre ser punk e sobre essa cultura que é mais ou menos conhecida do grande público, mas por causa do estilo punk, género o estilo traduzido em fotografias e moodboards em revistas e sites de revistas da especialidade. Como não sou nem nunca fui muito fundamentalista relativamente a nada, não me preocupo em odiar directamente e a gritar que isso não é punk, porque punk é outra coisa. Até já workshops sobre punk eu dei, numa de espalhar a palavra. A semana

Continuar a ler…

Sandálias de Prata

É assim desde que tenho 4 anos: vou à praia de T-shirt comprida, Vans, lenço na cabeça e óculos. É assim mesmo. Isto foi a minha última ida à praia. Gosto imenso. E fazia isto aos ténis, SEMPRE. Porque tenho Vans, também, desde muito pequenina graças à minha Mãe, a Mãe mais lendária da Terra. Atava os cordões e depois vinha assim pela rua fora. E era incrível. Hoje lembrei-me disto tudo e lembrei-me também de como os anos noventa (durante os quais tive 5

Continuar a ler…

ACESSÓRIOS (NOT)

Os acessórios em geral sempre me deixaram muito perturbada.Por vários motivos.Um dos quais é o meu minimalismo no que às quantidades diz respeito, porque preferi a vida asceta, prática.(Na verdade não preferi nada… A labuta assim o dita. E após tentativas sucessivas de me enfeitar e ter de remover tudo, dado o carácter impeditivo de tal parafernália à progressão de determinadas actividades, digamos que escolhi o minimalismo.)Não deixo, no entanto, de ser uma fascinada pelo mundo do Supérfulo. Há que começar por dividir as várias

Continuar a ler…

  • 1 2