Trashédia

YOU WILL BE HAPPIER WITH LOWER STANDARDS

HOOLA-LA LE CONTOUR!

Assim a primeira vez que me debrucei mais sobre maquilhagem em geral e sobre o acto consciente de realçar pontos estratégicos no rosto, foi quando uma supervixen da Benefit me abordou um dia, de forma espontânea, para me dizer que os meus olhos mereciam imensa atenção.
Eu expliquei-lhe que não sou a maior fã de maquilhagem porque com os olhos pintados me sinto sempre uma espécie de drag toda montada para o sister act daqui a nada, e ela pediu-me muito para me mostrar um produto, um produto só, já que eu não gostava de maquilhagem. Porque tinha a certeza que eu ia adorar aquele produto.
Ela estava certa, porque é raro uma supervixen estar errada.
Saí da loja com o produto, que até hoje uso quase todos os dias.
Chama-se High Brow e é o princípio da minha História de Amor com a maquilhagem.
É claro que para tratar do tema do Contour tinha de procurar tentar perceber qual era a resposta que a primeira marca que me fez olhar para a luz e para a sombra de forma diferente estava a oferecer ao mercado.

Contactei a Benefit em Portugal, disse-lhes que estava a tratar de dedicar vários artigos à arte do Contouring e fui amavelmente recebida por uma equipa super disponível, que me disse que estava super ocupada por causa de um evento de lançamento de novos produtos. Vai-se a ver, a Benefit estava a lançar as três novidades da marca, relacionadas com a tendência vigente. Que coincidência! No meio da azáfama, a Cláudia Teixeira pediu-me que passasse na loja no Chiado quando quisesse, e respondeu às perguntas rápidas que lhe fiz por mail.

O Contouring é uma tendência oriunda (talvez seja mais correcto dizer “muito praticada”), de Los Angeles, a meca do showbizz. A Benefit, sendo uma marca californiana, sentiu necessidade de seguir a tendência e desenvolver uma linha que fosse de encontro à dita cuja?
C – Mais do que seguir tendências, importa nos dar resposta aos dilemas de beleza das mulheres em geral. Este é um lema que preservamos desde 1976. Há muito que Contouring é praticado “intuitivamente” pelas Mulheres e make up artists… Trouxémos foi outra consciência a esta técnica e acima de tudo, a Benefit, oferece truques e dicas que servem as Mulheres de forma fun, fast & fabulous para que as suas vontades e necessidades sejam satisfeitas sem dramas. Acreditamos que cada Mulher pode ser a sua própria make up artist 🙂

Há muitas portuguesas à procura de informação e produtos para começar a por em prática o Contouring?
C – Verdade. Nada que uma visita à Boutique Benefit do Chiado ou a um browbar mas lojas Sephora não resolva! Workshops e especialistas sempre a postos para transmitir as suas técnicas às gals portuguesas.

Quão difícil é dominar esta arte? É possível conseguir um óptimo resultado logo à primeira tentativa?
C – É possível conseguir um bom resultado à primeira, sim. Mas como em tudo, a prática é que nos torna mestres.

Muito pessoalmente, qual é a sua opinião relativamente a esta tendência?
C – Importa tirar partido da beleza individual de cada Mulher. Somos únicas e com necessidades/desejos diferentes. Tudo é válido desde que o resultado nos deixe com um sorriso! Se ao olhar ao espelho pensas “uau!…” para nós é perfeito!

Antes do kit de Contouring, já existiam produtos que proporcionavam às Mulheres a possibilidade de praticar esta técnica. Quais eram? Estes novos são uma evolução do que já existia?
C – Sim. Boing, Hello Flawless (pós e bases liquidas)…essencialmente tudo o que desse para fazer o jogo de contraste de tons. Os novos produtos foram desenvolvidos com fórmulas, texturas perfeitamente ajustáveis ao objectivo tornando a aplicação ainda mais fácil.

Se só pudéssemos escolher três produtos para praticar o Contouring, quais seriam?
C – Hoola Box O’Powder, Dew The Hoola e um toque de iluminador  (High Beam ou Sun Beam).

Assim em tom de resumo, a Benefit acaba de lançar três produtos que vêm reforçar o plantel já existente, sendo que as grandes novidades são o fluído bronzeador Dew The Hoola e o bronzeador de corpo Hoola Zero Tanlines.
Estes reforços vêm essencialmente ajudar a pele a adquirir um tom bronzeado e leve, mais fácil de trabalhar em jogos de sombra. O fluído Dew The Hoola aplica-se tão simplesmente sobre a pele hidratada e funde-se num instante sem a deixar pesada ou pegajosa ou com um aspecto artificial. Para aplicar com pincel ou com os dedos, vem apenas num tom capaz de realçar aquele brilho natural e saudável de que às vezes se sente falta nos meses frios. Com uma embalagem que faz lembrar um pedaço de bambu dourado, super over the top como se quer tudo o que vem da Benefit. É o produto ideal para quem adora a pele dourada.
O Hoola Box O’Powder, conhecido de quem consome este tipo de pós, é um óptimo complemento para trabalhar as sombras no rosto, e integra este novo kit da Benefit. A sua textura fina e a excelente cobertura que proporciona faz dele um produto essencial para quem deseja atingir este fim. Não dispensa pincel. Requer mimo.
A grande novidade destes lançamentos é sem dúvida o fluido corporal Hoola Zero Tanlines, que promete um bronzeado homogéneo e delicioso apenas com uma passagem da esponja aplicadora, já incluída na embalagem, literalmente por debaixo da sua saia. Este é sem dúvida um produto inteligente e essencial, tendo em linha de conta que quem aposta numa maquilhagem complexa no rosto, não pode nem deve descurar as zonas do pescoço e peito.
Com uma estética super vintage surf inspired, muito Hawaii e muito Hoola Dancing, quem quiser encontrar o seu Contour mais dourado, só tem de ir ao Chiado, entrar pela porta e deixar que tratem de vocês.
Podem não querer Contour nenhum, podem só querer comprovar que é tudo apetitoso e adorar os trocadilhos dos nomes dos produtos!

0

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.