Trashédia

YOU WILL BE HAPPIER WITH LOWER STANDARDS

#OOTD 12 | Tropical Urbano

trashedia2

OMG!!! OMG!!! OMG!!!
#OOTD na street!

No meio daquele caos que já estava a antever aquando da partilha do último #ootd, pedi ao meu Marido que fotografássemos mais um e o meu Marido, com uma cara de “erm… tás-te a passar?!?” disse-me que não dava mais para fazer #ootd em estúdio, que tínhamos de fazer em exteriores.
Step up da game.
Locations Locations.
E fiquei um bocadinho tipo… Posso produzir o que for para qualquer sessão, só que para uma sessão em que eu estou lá como sujeita fotografada fico m’ór sem jeito…
Lidl de Xabregas, com vista para os contentores do porto.
É isto? – É isto.

Sabem aqueles cinco dias de sol maravilhoso e de calor crescente da semana passada que se prolongaram até terça-feira e que motivaram mil idas à praia e posts de dolce fare niente e assim?
Foram incríveis, não foram?
E deram para fazer test drives a ideias de outfits que uma pessoa vai querer usar mesmo muitíssimo quando o tempo estabilizar, não deram? Mesmo com o acentuado arrefecimento nocturno, deu para experimentar, não deu? Porque quando o calor espreita no início da Primavera, uma pessoa experimenta imenso tudo aquilo que construíu no matter what.

Quase todos os meus desejos de Primavera passam sempre por vestidos, risquinhas, bolinhas e xadrez, uns pares de Vans novos a estrear, peúgas brancas também novas e a rodagem dos óculos de sol mais tcharan para fora das suas queridas caixinhas one more time.
Estes desejos são, de resto, desejos muito simples e básicos, super D&G e Miu Miu e Moschino, super italianos, portanto, mas também bicicletas e parques e piqueniques e espaços verdes e summertime and the living is easy. Idealmente, também, gostava muito de poder usar sandalinhas de salto e coisas do género, porque é bonito, faz bem à figura e ajuda a compor o que vem sendo a descontracção dos looks de Verão, fluídos e esvoaçantes, livres da rigidez dos tecidos adequados ao frio. Mas nem sempre consigo, não é, porque pronto… Nem sempre a coisa é assim tão fácil, e o combo vestido + Vans é mais prático e resolve muito melhor qualquer eventualidade que decida surgir no momento.

trashedia4Neste caso, este #ootd pedia imensamente que eu me subisse às mules brocadas past collections da Prada que adquiri na última liquidação da Fashion Clinic.
E acreditem que amo mules. Não foram amor à primeira vista, porque quando vi mules a primeira vez não fiquei assim completamente louca de amores… Eram bicudas e tinham kitten heel, eram demasiado ditadura Anna Wintour. Além de que eu era um bebé e não gostava de nada, porque era adolescente. E queria lá saber de variações de saltos!…
Exacto.
Há uns anos, aquando de uns figurinos, procurei mules com imenso desespero para uma personagem e não consegui encontrar a não ser na Humana.
Hoje sei que acho que são peças incríveis e lamentavelmente só tenho umas, porque adorava mesmo era ter uma colecção, porque combinam aquela ideia de liberdade e composição que os meus outfits de Verão pedem.
FYI, as mules estão em comeback total: vilmente abandonadas há uns anos, no pós Sex and The City, foram recuperadas nas últimas estações um pouco por culpa da querida Maryam Nassir Zadeh.

Passamos ao vestido, vintage d’A Outra Face da Lua, com uma canção, que também é super reminescente.

Vestidos é a melhor coisa do mundo. Investimentos seguros e importantes, que podem ser feitos a qualquer altura, são super eco friendly, não nos fazem engrenar na estupidez normativa da fast fashion e garantem póster. Também garantem que não se anda de igual a ninguém. E também garantem a experiência do vintage, que é a seguinte: é o vestido que nos escolhe. É uma experiência de disponibilidade. É amor puro e total.

O perfecto inacreditável é Boutique Moschino na MyGod, no Porto, disponível para compra aqui, porque é desta colecção, ao contrário de tudo o resto neste #ootd… E é o mais OMG possível, verdade? Suave e maleável, duas cores, rebites dourados. É possível querer mais do que isto numa só peça icónica? trashedia3

Fotografia inacreditável e magnífica do meu Marido que é genial e faz coisas geniais como desafiar-me a ir sempre mais longe. Mais e mais longe. Até ultrapassar o infinito. @carlospintophoto
Óculos Miu Miu | Vestido vintage A Outra Face da Lua | Perfecto Boutique Moschino na MyGod Porto | Mules Prada

4
1 Comentário sobre “#OOTD 12 | Tropical Urbano”
  • Adoro o blusão! Adoro o vestido, as mules e o detalhe lindo e kitsch do fio de ouro com a libra. No meio do tropical urbano de Xabregas consigo imaginar a Maria com esse “modelito” durante o desfile da Chanel em Havana. Aliás, mal passei os olhos na colecção Cruise- já muito longe dos tempos da “ditadura A.W.”- lembrei-me logo da Maria e de como devia assentar-lhe que nem uma luva!

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.