Suja e Limpa

SUJA

1. Becca Compact Concealer
Começa-se SEMPRE por aqui. Por acordar e corrigir o que está péssimo! Este da Becca é um óptimo corrector de olheiras, tapador de borbulhas, abafador de marcas de borbulhas já aniquiladas em fúrias de unhas e espelhos e álcool e pasta de dentes e Betadine creme e inchaços e vermelhidões posteriores… Tapa também manchas e encobre tudo o que houver de pior! Cada embalagem conta com dois tipos de textura, uma mais espessa, outra mais cremosa (SMART PEOPLE RULE!), aplica-se com o dedo e é orgânico. Melhor era impossível.

2. Becca Crème Blush
Sendo que sou meia espanhola (não só por afinidade), sou viciada em blush. Detesto, no entanto, as cores alaranjadas e terra, bem como o aspecto flor do deserto na cara, proporcionado por pós e coisas que dificilmente se fundem com a pele e que acabam por proporcionar o pior aspecto de sempre numa pele jovem. O Crème Blush da Becca é óptimo porque ajuda a produzir o efeito luminoso e natural daquela onda maquilhada sem maquilhar que adoro e que é, no fundo, como deve ser!…

3. Benefit High Brow Lifting Pencil
Para as gentes do Teatro, os iluminadores são um ponto essencial. No entanto, na vida real, não se pode andar por aí com um iluminador nacarado e branco, porque não estamos nem a dez metros do público, nem perto de pessoas habituadas a tais dialéticas estético-dramáticas, muito menos precisamos de iluminar a cara toda, seguindo a par e passo os diagramas de maquilhagem disponíveis online. Este High Brow além de ter um trocadilho no nome e ter a melhor embalagem de sempre (- Hail Benefit!), tem uma cor natural e uma textura muito suave, fácil de espalhar e esbater em dois ou três segundos, com os dedos!

4. Guerlain Mascara Noir G 
Admito que já tenho olhos gigantes e que, ainda assim, adoro fazê-los maiores e para isso preciso de pestanas hiperdramáticas ao mais puro estilo Liza (Minnelli). O meu problema com as máscaras é sempre o efeito grumos e pestanas pegadas e excesso de tinta na raiz das mesmas. Já experimentei muitas marcas, e este da Guerlain é de chorar. Meio carote, é verdade, mas tudo o que se põe na cara deve ser do melhor. Especialmente perto dos olhos. Além de que esta é a primeira embalagem do mercado com espelho integrado e recarregável. E cheira bem. UAU!

5. MAC Ruby Woo Matte Lipstick 
Tenho para mim que o batom é mais pessoal que a roupa interior. Quantas vezes não amei eu trezentos batons de campanhas e produções e depois sei perfeitamente que a cor me vai ficar tremendamente mal? Sou do vermelho, de preferência mate, com coberturas na ordem dos cem por cento e de longuíssima duração. A minha cor do ano todo era o 151 da Lancôme, de uma edição Colour Fever Matte, mas foi descontinuado. Sorte de existirem a Mimi e a Carina, da MAC, que me aconselharam o Russian Red (maravilhoso para um género mais sério) e o Ruby Woo, respectivamente. Sou, no entanto, do Ruby Woo. Tentativa e erro até atingir a perfeição!

LIMPA

6. Lierac Tonique Éclat
Depois de sujar a cara toda, o melhor é limpar bem e não ir para a cama com maquilhagem por motivos de ordem do quarto pecado capital. Este desmaquilhante hidratante vitaminado sem álcool é a melhor coisa que Deus ao mundo deitou. Obrigada.

7. La Roche Posay Effaclar Purifying Foaming Gel
Pode acontecer de tudo, que este será, até ordem contrária, o meu limpador oficial de cara. A água quente é essencial. Não tem sabão, faz uma espuminha querida, limpa bem a cara, equilibra as gorduras e os sebos e as zonas brilhantes e ainda reduz a dilatação dos poros. Melhor seria impossível.

8. Aesop Purifying Facial Exfoliant Paste
Sendo que a esfoliação é, depois de ir à missa ao Domingo, a coisa mais importante a fazer uma vez por semana, recomendo esta da Aesop. Mais uma marca do hemisfério Sul que diz que é orgânica e bio e essas coisas. É óptima, as embalagens são lindas e os resultados são muito apetecíveis. Isto faz-se com cuidado, porque a pele da cara é sensível, faz-se com água morninha e depois de retirar o excesso do produto, balde de água fria! Fazer à noite, botar o hidratante e ir dormir.

9. Aesop Mandarin Facial Hydrating Cream
Como ao fim de tanta coisada na cara, fico sem a mais pequena ponta de paciência, escolho sempre um creme hidratante que não precise de mais não sei quantas coisas antes e depois. Este Mandarin, como é cítrico, dispensa o uso de sérums e tónicos e faz maravilhas: hidrata em profundidade, é absorvido num instante, não deixa a cara peganhosa e dá luminosidade à pele, que é meio caminho andado para um excelente aspecto!

1 comentário a “Suja e Limpa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *